Leanked . Consultoria em Operações

5 Ações para Aumentar o Desempenho Operacional da sua Empresa

5 Ações para Aumentar o Desempenho Operacional da sua Empresa

Melhoria Operacional

À velocidade do atual mundo empresarial é primordial manter a Eficiência Operacional, aumentando o Desempenho Operacional da sua empresa ou corre-se o risco de simplesmente ficar atrasado em relação à concorrência.

Existem várias perspetivas para o conceito de melhoria de desempenho, mas muitos erroneamente resumem-no a fazer mais com menos, o que pode induzir ao erro de abordar o processo com o objetivo explicito de reduzir custos, o que poderá ser contraprodutivo.

Então qual poderá ser a melhor abordagem?

É aí que entra a eficiência operacional, que combina vários instrumentos, como o uso de métricas, otimização de processos, inovação tecnológica e satisfação do pessoal.

Todos têm problemas, e problemas não são nada mais do que oportunidades.

 

  1. Medir a Eficiência

“Se não pode medir, não pode melhorar”, um processo consistente entre as organizações de topo foi a integração de um sistema para medição de performance. Após definir um objetivo bastante ambicioso, estas métricas passam-nos a informação de como estamos em relação a esse objetivo e com essa informação poderemos selecionar e focar a atenção na prioridade de melhoria. Partilhar estes dados com toda a organização é uma boa política que todos se sintam incentivados e responsáveis pela performance da organização.

  

  1. Envolvimento de todos

O impacto de equipas satisfeitas e motivadas nunca deverá ser subestimado. Inúmeros estudos conectam satisfação com aumento de produtividade, fazendo com que as organizações apostem mais na envolvimento e participação dos colaboradores.

Para manter as equipas satisfeitas e totalmente envolvidas no negócio é absolutamente necessário manter um acompanhamento das suas experiências e opiniões. Uma prática recorrente é a adoção de sistemas de feedback contínuo que permitem os colaboradores inserir uma resposta imediata e às empresas rapidamente transmitir e medir o bem-estar e a motivação geral.

A criação de programas de incentivo são também eficazes, onde certas regalias ou recompensas são oferecidas em troca de objetivos e boas práticas definidas. Outra forma de valorizar todos os colaboradores é a promoção do fluxo de informação e o feedback vindo do topo da estrutura. Ideias e perspetivas de desenvolvimento e melhoria vindas de todos os níveis da organização poderão fomentar uma cultura organizacional mais inovadora e aberta.

  1. Auditar

É importante fazer entender que as auditorias internas não são um “castigo”, mas sim uma demostração de preocupação e um envolvimento das chefias no compromisso para a ação e standardização. Auditar periodicamente as práticas e os procedimentos, permitirá excluir os que eventualmente não funcionam e substituir por outros mais úteis, bem como proceder a alterações e melhorias. É primordial manter os colaboradores diretamente envolvidos e promover a interação com os mesmos, pois será frustrante serem feitas alterações aos seus procedimentos sem considerar a sua opinião sobre o impacto, a eficiência das mesmas ou até sobre as melhorias e ganhos potenciais.

 

  1. Inovação Tecnológica

As organizações têm mesmo que ser proativas ou correm o risco de se tornarem obsoletas e irrelevantes no mercado. Numa pesquisa recentemente efetuada pela Forbes a recém-graduados no top 30 de Escolas Internacionais de Gestão, 68% elegeu como maior desafio a rápida taxa de avanços tecnológicos e digitais. Para “atacar” as necessidades tecnológicas é aconselhável desenhar uma vigilância anual de diagnóstico do estado atual, para refletir as alterações e requerimentos tecnológicos, bem como identificar as novas tecnologias no mercado e o seu impacto na atividade.

Outro aspeto tecnológico é a ideologia de automatizar todos os processos simples e demorados, isto permitirá que os colaboradores se foquem em tarefas mais produtivas e de valor acrescentado.

  

  1. Busca pela Perfeição através da Melhoria Contínua

Gorbachev disse, “Se não se anda para a frente, está-se a andar para atrás” o que nunca foi tão relevante devido à velocidade de mudança que está a acontecer no meio envolvente das organizações e dos mercados. As organizações que implementaram corretamente uma cultura de melhoria contínua estão um passo em frente da competição, isto porque a rápida transmissão de ideologias da gestão da qualidade e de resolução de problemas criou uma mudança bastante positiva e transversal a todas as indústrias. Atualmente existem inúmeros recursos e filosofias, como o Lean Management e o Six Sigma, com resultados já comprovados na melhoria do desempenho operacional, com impatos positivos na qualidade, redução dos tempos de produção e aumento da rendabilidade operacional e económica.

 

Estas são apenas algumas das ações que devem ser pensadas e trabalhadas no momento de elaboração de planos de ação. Aumentar a performance é um dos maiores desafios que os gestores e diretores enfrentam diariamente, combatendo a sensação de que a empresa está a trabalhar cada vez mais, contudo os resultados desejados não estão a ser os desejados.

A Leanked apresenta um serviço de consultoria especializada em Lean e Kaizen, o que leva a uma melhoria contínua, aumentando assim o desempenho operacional da sua empresa.

 

Gabriel Cardoso

Consultor Leanked