Leanked . Consultoria em Operações

Teoria das Restrições

A teoria das restrições (TOC – Theory of Constrains), desenvolvida por Eliyahu Goldratt, foi uma das teorias antecessoras do Lean”.

Trata-se de um paradigma de gestão que consiste na identificação do mais importante fator (restrição) que impede que um determinado objetivo seja atingido, e na sua sistemática melhoria, até que este deixe de ser o fator limitante (restrição). Em indústrias de “manufacturing” esta restrição é conhecida por gargalo, e é o fator que limita/determina a produtividade de um processo.

Goldratt descreve que o objetivo de qualquer gestão deverá ser gerar lucros, a curto e a longo prazo. Para que tal seja possível, a organização tem que gerir acima de tudo a sua produtividade, sendo que, essa mesma produtividade e respetiva taxa de conversão são determinadas pela restrição (gargalo). Um importante corolário a esta teoria é o facto de que, perder tempo a otimizar não-restrições ou não gargalos não trará melhorias significativas ao processo.

Numa perspetiva de melhoria continua de processos, são cinco os passos para a identificação e eliminação de restrições:

restrições

A Leanked defende que existe sempre espaço para melhorar… E depois do Lean Manufacturing?

Henrique Marçal
Consultor Leanked