Leanked . Consultoria em Operações

Organização de armazém

armazémA organização de armazém tem um papel essencial nas organizações e, em particular, no serviço ao cliente: disponibilizar o produto certo no momento certo.

As atividades asseguradas pela armazenagem correspondem a um serviço não produtivo que incorre em elevados custos para as organizações. Por esta razão é de extrema importância organizar os espaços de armazenagem tendo em consideração:

  • Reduzir os níveis de stocks;
  • Minimizar as distâncias percorridas nas operações dos armazéns;
  • Promover a rotação constante dos artigos.

Tendo em consideração a minimização de distâncias percorridas existem métodos empíricos que permitem orientar a definição do layout atendendo aos seguintes critérios:

  • Complementaridade: os artigos que são encomendados em conjunto devem ser armazenados em locais próximos;
  • Compatibilidade: os artigos não compatíveis, isto é, que apresentam restrições em termos de proximidade da sua localização, devem ser armazenados separadamente;
  • Rotatividade: os artigos de alta e baixa rotação devem ser separados em zonas de armazenagem distintas. Os primeiros devem ser colocados na proximidade das zonas de saída com o intuito de reduzir os custos de manuseamento (A análise ABC auxilia na identificação da rotatividade dos artigos);
  • Tamanho: os artigos de menor dimensão devem ser armazenados junto das zonas de saída, para que, ao permitir uma maior concentração de itens nesta zona, os custos de manuseamento sejam minimizados.

De facto, nenhum dos critérios é totalmente satisfatório, contudo os métodos empíricos apresentam uma boa aceitação por serem de simples e fácil utilização para uma melhor organização de armazém.

Ana Pereira
Consultora Leanked